sexta-feira, 8 de abril de 2011

14ºCapitulo-Fanfiction: A vida é bela!



14ºCapitulo: Tânia

Stela: Hinata! Não me ouviste?
Hinata: Estou a ir, estou a ir. Eu ouvi à primeira não sou surda.
Stela: Olha que às vezes pareces.
E desapareceram ambas para dentro de casa, o Toby andava de um lado para o outro parecia procurar alguma coisa. A Mikaru estava a tentar chamar a atenção do Shingo, mas o Pedro também tentava captar a atenção da Mikaru.
Estava farta de os ver a todos ora a andar de um lado para o outro ora a tentarem ter a atenção “da pessoa amada”.
Então deitei-me novamente na cadeira onde fiquei a apanhar banhos de sol e a pensar no teatro/filme que Mikaru e a Stela tinham em mente.
De repente alguém tocou à campainha.
-Alguém já foi abrir a porta?
Ed: Eu acho que não.
Benji: Vai tu Sabi.
-Por que é que não vai o Bruce? Ele está para ali a olhar para a comida e não se decide e pode ser que depois de voltar já saiba o que quer comer.
Bruce: Eu não sou assim tão parvo, eu não vou abrir a porta para vocês ficarem aqui a divertirem-se. –tocaram mais uma vez.
Mark: Eu vou abrir. Já que nenhum de vocês se consegue decidir. –deitei a língua de fora ao Bruce depois do Mark ter entrado dentro da casa.
Jane: Sabrina podes me ajudar aqui numa coisa?
-O que foi?
Jane: Tenho um problema. Eu estou muito confusa eu gosto muito do Philip mas, começo a sentir alguma coisa a mexer comigo quando tenho o Midsuno perto de mim. O que devo fazer?
-Eu acho que deves perceber de quem gostas de verdade. Eu se tivesse que escolher ficava com o Philip, mas isto na minha opinião, pois já conheço o Midsuno desde que calhámos na mesma turma e o Philip à um ano atrás. O Philip demonstra o amor que sente por ti de uma forma carinhosa, eu gostava que…nada não interessa, então que vais fazer?
Jane: Não sei. Fala-me mais do Midsuno. Please, Sabi!!
-Está bem. O Midsuno é um rapaz óptimo no desporto, gosta muito de futebol e não dá muito valor às coisas de amor, gosta de ser livre e de não ter ninguém a pressiona-lo, a única pessoa que conheço que o consegue “domar” sou eu. É casmurro e muito chato, não gosta nada de estudar, e quando o faz não é por muito pouco tempo, uns 5 minutos talvez.
Jane: Estás a ser má Sabi. Vou falar com a Clara, ela de certeza que me compreende.
-Boa sorte, mas duvido.
Tippy: Sabrina!
-Tippy?!!
Tippy: Ouvi tudo o que desses-te à Jane, Sabi diz-me que não lhe mentis-te. Ela não merece.
-E o Philip? Achas que ele merece?
Tippy: A Jane não manda no seu coração. E tu também não.
-O que queres dizer?
Tippy: Que gostas do Mark, mas por alguma razão, não o queres admitir.
-Tippyzinha, eu estou aqui para me divertir não para estar a falar de coisas lamechas como estas, já chega, estou farta. -fui em direcção à porta, mas fui empurrada para trás.
Mark: Onde pensas que vais? Pessoal olhem quem está aqui. É a Tânia, chegou hoje de França.
Pierre: Tânia?
Tânia: Pierre?
Pierre: Que bom voltar a ver-te, que fazes aqui?
Tânia: Regressei à minha terra natal.
Oliver: Então Mark deves estar todo feliz, não? -o que seria que o Oliver queria dizer com aquilo -E tu também Tânia, por voltares a ver o….
-Olá Tânia! Eu sou a Sabrina, muito prazer. -eu não tinha bem a certeza no que o Oliver queria dizer com aquilo, e até comecei a pensar se a Tânia e o Mark tiveram alguma coisa, mas achei que era pouco educado perguntar.
Clara: Eu sou a Clara, muito prazer, e estes são a Inês, e o Midsuno.
Inês: Eu sou a Inês e ele é o meu irmão, Pedro.
Tânia: Muito prazer em conhecer-vos. -enquanto eles estavam para ali a falar eu estava a pensar de onde já tinha visto a cara da Tânia que não me parecia nada estranha.
Tânia: Clara, Midsuno, priminha, não é uma coincidência, voltarmos-nos a ver?
Clara: Desculpa mas eu não me lembro da tua cara.
-Tânia?! Eu sabia que a tua cara não me era nada estranha!! –exclamei -Como estão os teus pais?
Tânia: Ainda não conseguiram “digerir” bem a morte dos teus.
-Tânia, eles não são os meus pai, tudo bem que cuidaram conta de mim e isso e tal, e não quer dizer que não lhes fique agradecida por isso, mas sinto-me muito mais tranquila, em pensar que tenho um irmão mais velho. Não é maninho?
Benji: É sim, maninha. -sussurro-me –A tua prima é gira, sabias que ela foi…
-Ohh… cala-te!! Eu vou lá para dentro que preciso de falar com a Stela, vou procura-la! Kissus meus amores.


 Espero que tenham gostado! Comentem!!

2 comentários: